Início >> Noticia >> PGE empossa novos integrantes do Conselho Superior de Procuradores
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

PGE empossa novos integrantes do Conselho Superior de Procuradores

Tomaram posse, em outubro, os novos integrantes do Conselho Superior de Procuradores. A realização de uma cerimônia de posse foi uma novidade implementada este ano, “pois é um momento que vai além do valor simbólico, é um momento de reafirmar nosso compromisso com a instituição e com a carreira”, afirmou o Procurador-Geral do Estado, Ophir Cavalcante Jr. Os novos conselheiros foram escolhidos através de votação da categoria, ocorrida na última quinta-feira, 4.

A cerimônia ocorreu no prédio sede da Procuradoria-Geral do Estado e foi presidida pelo Procurador-Geral do Estado, pelos Procuradores Adjuntos Henrique Nobre Reis e Gustavo Tavares Monteiro, pelo Corregedor-Geral Paulo de Tarso Klautau Filho e pelo Procurador Ari Cavalcante, presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Pará – APEPA. Estiveram também presente procuradores e servidores da PGE/PA.

A procuradora Margarida de Carvalho foi a primeira a discursar representando o Conselho que se despediu hoje e ressaltou o sentimento de gratidão para com os que compartilharam a função junto a ela no Conselho e aos servidores, “na certeza que demos o melhor de nós mesmos para melhorar a administração e na busca de solução de conflitos”. Para os novos integrantes, destacou a esperança, “não se deixem assolar pelo desânimo que toma conta do país, que sigam firmes em suas metas para engrandecer a instituição”, concluiu. O presidente da APEPA ressaltou que a existência de um Conselho Superior, com representantes eleitos, é uma conquista da classe. Afirmou que o órgão enfrentou grandes embates no passado e que o próximo biênio também será repleto de desafios para os novos integrantes.

O Corregedor-Geral, Paulo Klautau, agradeceu a contribuição, as soluções técnicas, o convívio e o afeto apresentados pelo antigo Conselho, “todos nós aprendemos muito com o Conselho que se vai e pode servir de inspiração para o Conselho que vem”. Representando o novo Conselho, a procuradora Anete Carvalho discursou sobre a importância e a responsabilidade do órgão na administração da Procuradoria e que todos os conselheiros eleitos têm um compromisso com a instituição e com os procuradores que os elegeram.

O Procurador-Geral, Ophir Cavalcante, encerrou a cerimônia lembrando que a categoria dos procuradores possui uma estruturação diferenciada das demais carreiras do Estado e, por isso, os procuradores devem cada vez mais se empoderar e exercê-la (a função) na sua plenitude. Sobre o antigo Conselho, ressaltou o diálogo e a tolerância, “sempre tivemos embates e debates, mas sempre buscamos a melhor solução. O diferente de nós não é nosso inimigo, esse é um aprendizado para entender o que pensa o outro integrante do colegiado”.

Para Ophir Cavalcante, o trabalho do Conselho se compara a uma caminhada constante na melhoria das relações internas e externas da instituição, em que a cada dois anos uma equipe passa o bastão para a próxima dar continuidade ao seu trabalho, “teremos sempre lutas, que vão desde a supressão de honorários até a autonomia das Procuradorias. Precisamos estar unidos e fazer o nosso dever de casa”. Para os novos membros do Conselho desejou felicidades e concluiu “basta pensar com comprometimento para PGE empossa novos integrantes do Conselho Superior de Procuradores

Tomaram posse, nessa segunda feira, 8, os novos integrantes do Conselho Superior de Procuradores. A realização de uma cerimônia de posse foi uma novidade implementada este ano, “pois é um momento que vai além do valor simbólico, é um momento de reafirmar nosso compromisso com a instituição e com a carreira”, afirmou o Procurador-Geral do Estado, Ophir Cavalcante Jr. Os novos conselheiros foram escolhidos através de votação da categoria, ocorrida na última quinta-feira, 4.

A cerimônia ocorreu no prédio sede da Procuradoria-Geral do Estado e foi presidida pelo Procurador-Geral do Estado, pelos Procuradores Adjuntos Henrique Nobre Reis e Gustavo Tavares Monteiro, pelo Corregedor-Geral Paulo de Tarso Klautau Filho e pelo Procurador Ari Cavalcante, presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Pará – APEPA. Estiveram também presente procuradores e servidores da PGE/PA.

A procuradora decana Margarida de Carvalho foi a primeira a discursar. A membra mais antiga do Conselho, que se despediu hoje, ressaltou o sentimento de gratidão para com os que compartilharam a função junto a ela no Conselho e aos servidores, “na certeza que demos o melhor de nós mesmos para melhorar a administração e na busca de solução de conflitos”. Para os novos integrantes, destacou a esperança, “não se deixem assolar pelo desânimo que toma conta do país, que sigam firmes em suas metas para engrandecer a instituição”, concluiu. O presidente da APEPA ressaltou que a existência de um Conselho Superior, com representantes eleitos, é uma conquista da classe. Afirmou que o órgão enfrentou grandes embates no passado e que o próximo biênio também será repleto de desafios para os novos integrantes.

O Corregedor-Geral, Paulo Klautau, agradeceu a contribuição, as soluções técnicas, o convívio e o afeto apresentados pelo antigo Conselho, “todos nós aprendemos muito com o Conselho que se vai e pode servir de inspiração para o Conselho que vem”. Representando o novo Conselho, a procuradora Anete Carvalho discursou sobre a importância e a responsabilidade do órgão na administração da Procuradoria e que todos os conselheiros eleitos têm um compromisso com a instituição e com os procuradores que os elegeram.

O Procurador-Geral, Ophir Cavalcante, encerrou a cerimônia lembrando que a categoria dos procuradores possui uma estruturação diferenciada das demais carreiras do Estado e, por isso, os procuradores devem cada vez mais se emponderar e exercê-la (a função) na sua plenitude. Sobre o antigo Conselho, ressaltou o diálogo e a tolerância, “sempre tivemos embates e debates, mas sempre buscamos a melhor solução. O diferente de nós não é nosso inimigo, esse é um aprendizado para entender o que pensa o outro integrante do colegiado”.

Para Ophir Cavalcante, o trabalho do Conselho se compara a uma caminhada constante na melhoria das relações internas e externas da instituição, em que a cada dois anos uma equipe passa o bastão para a próxima dar continuidade ao seu trabalho, “teremos sempre lutas, que vão desde a supressão de honorários até a autonomia das Procuradorias. Precisamos estar unidos e fazer o nosso dever de casa”. Para os novos membros do Conselho desejou felicidade e concluiu “para ter exito na missão basta pensar com comprometimento para com a PGE e para com os procuradores e sempre privilegiar o diálogo com os colegas aos quais representam, com consciência e compromisso”.